Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Como qualquer outro.

Trabalho e corro, como qualquer outro.
Luto e me esforço...
Pratico e engano...
Procuro conforto, como qualquer outro...

O céu q me é azul, não brilha pra todos.
Não há Sol q faça a luz entrar na casa de um qualquer.
Não há fé q supere a má vontade.
Mas há uma saída, se quiser...

Todo o mal q há no mundo, num copo meio vazio.
Toda morte, num só propósito.
Uma Luz, uma Paz.
Uma Luz infinita.
Uma Paz Profunda.

Saudações!

Em tempo: Mto tempo sem vir, texto simples e discreto. Falta tempo, mas sobra amor. Amo vcs!