Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de abril de 2009

no tempo q o tempo deu

"Veja:
Não há nada pra ver
Entenda o que dá pra entender
Corra, se puder correr...
Esconda-se de quem não queira ver
Fuja do que dá pra esquecer.
E busque o que pode doer."

Afinal, se não pode, um dia, chegar a doer...é pq tanto faz...ter ou não ter.

Ah...
fiz o q deu no tempo q eu tinha...
Bjos pra quem FOr DA família.

Em tempo:
Não é que eu aprendi a gostar de "Muse"?"
....aconselho, ouçam!

sábado, 25 de abril de 2009

Denso , cansado e distante.

"Quando a alma incendeia,
No meu pranto vagueia,
Minha noite clareia,
Arde na minha veia.

O meu canto carece,
Atitude e prece,
Que o povo entristece,
Dessa água que desce.

Água limpa e sal,
D'uma dor animal,
Uma voz gutural,
Me expressa o mal."

Vai entender o que se passa na cabeça de uma pessoa assim...

Aos comentários anteriores...grato.
Continuo no percurso paralelo ao mundo virtual...como toda paralela...sem contato.
Já não tem mais tanta graça assim, mas ainda me rende mais frutos do que uma vida com internet.
Coisas demais a se dizer sem mto tempo sobrando...

Uma coisa que racionalizei esta semana: "Não é possível encontrar a verdade, pois a verdade signica 'expressão do real, da realidade', o que, logicamente, não é possível devido ao fato de que a realidade não é estável...é uma constante mutação...
parece óbvio, claro...como toda boa racionalização.

Forte abraço aos que me lêem.

Em tempo: "Notícia ruim corre rápido" [dito popular], então...se não receberem notícias minhas...é pq estou construindo minha vida aqui, no mundo real...sem grandes contratempos relevantes.
PS: SIM. Eu estou mto bem...apenas denso demais por estar acumulado com mtas atividades mentais não terminadas, não expressadas....por falta dos meus amigos, da companheira e todo o resto da massa que escolhe me ouvir.

Resumindo: DENSO!