Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

INFERNO ASTRAL

Eis que o mesmo se passou...
Quase que não sobrevivo,
Mas não posso dizer que estou completamente ileso,
Tenho marcas na mente e no corpo do período pré-aniversário.
Fiz muito bem em me negar a escrever.
Não estava positivo o suficiente pra escrever.
Não escrevo quando minha vibração está baixa.
Preciso reaver alguns conceitos...
E preciso de um pouco mais de vitórias.

Cá estou eu a recomeçar mais um ciclo.
Ainda que limpando a poeira deste fim de ano diferente.
Já estive mais alegre e mais vívido,
Mas nunca menos esperançoso.

Meu Fluminense foi campeão brasileiro...
Completei ínfimos 25 anos, perto dos bilhões da Terra.
Sorri e chorei, vivi e amei...
Como amo essa vida.
Minha família que sempre está aqui, comigo.
Meus amigos que escolheram estar aqui, também.

Explica lá, essa coisa esquisita e animada dentro de nós, chamada alma.
Diz pra mim, o que seriamos sem ela...
Pedras, talvez.

Uma vez alguém me disse algo que não me lembro...
E daí?
Uma hora eu aprendo do meu jeito...

Em tempo: Nem demorei tanto assim...mas digo que foi bom pra mim.