Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

INFERNO ASTRAL

Eis que o mesmo se passou...
Quase que não sobrevivo,
Mas não posso dizer que estou completamente ileso,
Tenho marcas na mente e no corpo do período pré-aniversário.
Fiz muito bem em me negar a escrever.
Não estava positivo o suficiente pra escrever.
Não escrevo quando minha vibração está baixa.
Preciso reaver alguns conceitos...
E preciso de um pouco mais de vitórias.

Cá estou eu a recomeçar mais um ciclo.
Ainda que limpando a poeira deste fim de ano diferente.
Já estive mais alegre e mais vívido,
Mas nunca menos esperançoso.

Meu Fluminense foi campeão brasileiro...
Completei ínfimos 25 anos, perto dos bilhões da Terra.
Sorri e chorei, vivi e amei...
Como amo essa vida.
Minha família que sempre está aqui, comigo.
Meus amigos que escolheram estar aqui, também.

Explica lá, essa coisa esquisita e animada dentro de nós, chamada alma.
Diz pra mim, o que seriamos sem ela...
Pedras, talvez.

Uma vez alguém me disse algo que não me lembro...
E daí?
Uma hora eu aprendo do meu jeito...

Em tempo: Nem demorei tanto assim...mas digo que foi bom pra mim.

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Satisfação...

Aos que interessam, venho por meio desta encaminhar uma satisfação, uma razão plausível para minha ausência, tanto dos demais blogs de amigos, qnto daqui mesmo, onde me exponho, me abro e coloco meu sentimentos, por mais bizarros que sejam, para fora, para que leiam e compartilhem.

A única razão é que:
NÃO TENHO TIDO VONTADE ALGUMA DE ESCREVER NADA.

-Sem inspiração;
-Sem momentos;
-Sem rumo;
-Sem...

Eu juro que eu volto, e avisarei qndo for acontecer...ou qndo acontecer algo.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Meu primeiro emprego[1]

Se mto bem me lembro, cheguei uma hora antes, pq não tinha noção da distância e tinha preocupação em me atrasar.
Sentei em frente ao lugar onde eu trabalharia e fiquei analisando as pessoas, o espaço físico e quem passava em volta e ficava olhando.
As pessoas do lado de dentro me olhavam esquisito, pq ning gosta de ser analisado, principalmente por estranhos.
Tive medo qndo deu 15 minutos antes da hora de entrar, pois eu sabia q aquela era a hora de eu entrar e me apresentar.
*whatafuckin'sheet*
Entrei, dei bom dia e gaguejei na hora de dizer meu nome e o porque da minha presença.
me colocaram numa mesa, com um computador e pronto...mais nada...
Sorte que eu tive uma pessoa q resolveu me ajudar em tudo. Me ensinou até onde era a cozinha, caso quisesse tomar um café e tivesse acabado na garrafa.
Aprendi a mexer no sistema, mas não sabia o q fazer qndo o cliente entrava, não sabia o q dizer...nem o básico. Pq não dava pra prestar atenção nos outros colegas, pq nenhum deles seguiam as normas q eu tinha passado a noite inteira lendo e estudando feito um louco ansioso.
Meu expediente acabou e eu não sabia nem o nome da colega q havia me ajudado o dia inteiro, mas o da supervisora eu sabia, pq tudo eu havia sido instruído a perguntar pra ela, mas ela...parecia não ir mto com a minha cara.
Em 14 dias...foi emitido o pedido da minha demissão.
A supervisora da minha supervisora disse: "eu contratei, eu vou dar um jeito nele."
E ligou para uma outra supervisora, a qual tinha maior confiança qndo o assunto era gestão de pessoal...e me enviou para uma outra filial.
Onde me fiz, rapidamente tinha aprendido todos os 'jeitinhos brasileiros' do sistema, dos clientes e das 'regras' e 'normas'. Todos eram amigos, mto mais q colegas...todos tínhamos metas a bater, mas...nos ajudávamos e batemos a meta 16 meses seguidos...e eu só não bati no primeiro mês na empresa, pq não sabia de nada e tive akele período na filial inicial...e no mês q voltei de férias...pq mta coisa tinha mudado e eu não estava adaptado....perdi mtos clientes em 30 dias e tive q recomeçar.
Até no mês que pedi demissão, 18 meses depois de ter entrado, fiz questão de bater 120% da minha meta pessoal antes de fazer tal coisa.

Em tempo: Sabe akela vontade q dá de sair falando de uma coisa q já passou tem mais de 6 anos?! Pois então...taí...e tem mto mais coisa...mais séria, menos séria...um diz, quem sabe eu desabafo mais um pouco.

domingo, 10 de outubro de 2010

Let's get it started

"Vamos animar isso aqui" [Black Eyed Peas]

As vzs faz-se necessário um breve momento de ira e loucura, para q todos saibam quem de fato vc é.
O jeito que as pessoas olham pra nós, nossas atitudes, nosso gestos...é exatamente o ponteiro do escultor. Nossa consciência é o martelo. E com esses instrumentos, vamos nos moldando, aos poucos, tentando, inconscientemente esquecidos...mas sempre tentando sermos perfeitos.

"Não se leve a sério demais"
[Nunca entendi isso direito, pq pra mim, contradiz o correto...]


Nada mais gostoso do q acordar...e ter um dia inteiro só pra vc. Todos os meus dias são assim, e aconselho a vc a pensar assim...
Nossos dias são nossos, trabalhamos pq keremos...keremos fazer mta coisa com nosso dinheiro...keremos casa, carro, comida, lanche, internet...
O seu dia, é seu...td q faz é pensando, basicamente em vc...
Amém, por isso!

Em tempo: Se o mundo fosse um pouco egoísta, talvez fosse melhor...não precisava ser tanto.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Esfinge-me

Claro que o contratempo se refaz, desfaz e corrompe. Impede, mas também alivia. Cria um ciclo vicioso em torno da desculpa imoral, capaz de fazer relevar qualquer que seja seu motivo.
Impeço-te de vir, mas o contratempo te trará.
Recomeço sem olhar qualquer caminho obscuro diferente do que me cabe.
Crio-me através do recomeço que impeço.
Aliás, quem dirá que amanhã não virá, se cá estou eu a me declarar diante de tão poucos presentes?
Ruo-me, avenido-me, embeco-me para descobrir quem diabos sou, mas não paro de caminhar, pois...caminhando, qndo não, se chega lá.
Everedo-me por qualquer árvore alta, que venha a se despejar sobre mim, desde que ela se permita a ter-me por suas veias em energia, quando passar em torno.
Eis-me, então, paralisado e perdido diante de uma breve contradição:
"Disse tanto e o que, diabos, eu disse?"

Em tempo: "Responda-me ou te devoro" (mitologia, metáfora e, por aí...)

Em tempo2: Odeio passar tanto tempo sem vir, doar-me. Tenho tão pouco a oferecer e ainda guardo?! Mesquinho-me!

terça-feira, 21 de setembro de 2010

"Martelo Bigorna"

Muito do que eu faço
Não penso, me lanço sem compromisso.
Vou no meu compasso
Danço, não canso a ninguém cobiço.
Tudo o que eu te peço
É por tudo que fiz e sei que mereço
Posso, e te confesso.
Você não sabe da missa um terço

Tanto choro e pranto
A vida dando na cara
Não ofereço a face nem sorriso amarelo
Dentro do meu peito uma vontade bigorna
Um desejo martelo

Tanto desencanto
A vida não te perdoa
Tendo tudo contra e nada me transtorna
Dentro do meu peito um desejo martelo
Uma vontade bigorna

Vou certo
De estar no caminho
Desperto.

[Lenine]


É sabido por vocês que não tenho o hábito de colocar letras de músicas, sequer poesias dos "maiorais das palavras" por aqui...pois respeito aos que vêm aqui para ler as minhas limitadas palavras, mesmo que eu me renda em meu cotidiano aos ditos 'tais'. Contudo, há momentos em que temos que nos entregar à necessidade, ora e meia, de citar uma ou outra...

E acho esta música do homem mto feliz em suas palavras e forças de expressão, pois, justamente, expressam a vontade, o desejo, o valor e o respeito.

Tem horas q eu preciso ouvir de alguém distante, como ele, palavras como essas...
Não que eu não dê valor aos que estão próximos, mas a interferência de alguém que não tem qualquer envolvimento, por vezes, é primordial...

Sim, claro q eu acredito q palavras não escritas, diretamente, pra mim possam vir a servir com perfeição, ora bolas.....todos fazemos parte de um todo...e talz e blá...já falei mto disso.

Em tempo: Quando no V de pássaros o líder se cansa, ele vai para o fim e dá o lugar a outro, para que possam continuar....firmes e fortes...pois um líder em plena forma assume a frente e puxa o V...os demais, vão em seu vácuo...precisando de menos força.

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Mudar

"Mudar de contexto, mudar de destino. Mudar o gosto do chocolate alpino. Mudar o rumo da prosa sem qualquer desatino. Mudar o cabelo, ter um pesadelo, parecer um menino. Mudar de casa, por dentro ou ser um peregrino. Mudar-se, lutar por si mesmo, ser um paladino..."

É possível que precisemos mudar a todo momento para nos adaptar a novos acontecimentos, a um clima mais quente ou mais frio, ao nosso novo vizinho ou novo patrão...mas nada nos faz mudar tanto quanto um verdadeiro amor.

Em tempo: "No pain, no gain"

domingo, 29 de agosto de 2010

Dos momentos

Bom é viver cada momento como se fosse único. Fazer tudo para que os momentos se tornem boas lembranças.
Nos preocupamos demais com as horas e com as obrigações...e esquecemos que se já temos contas a pagar é pq usufruímos de um benefício da nossa sociedade...
Contas de telefone e internet nos trazem a comunicação com os mais distantes, nos aproximando dos que também amamos, apesar da distância.
Contas de Luz e Água trazem para nós o básico para o conforto e sobrevivência. Nos dão geladeiras, lâmpadas, chuveiros, torneiras...
Cartões de crédito, para pessoas como eu, trazem o alimento [contas de supermercados] e o emergencial [mecânica, peças de reposição, combustível...].
Na hora de pagar fazemos cara feia e reclamamos, ao invés de agradecer de ter oportunidade de ter usufruído de algo tão primordial.
Quando não temos estes, como luz ou internet, sofremos as consequências...vivemos? SIM, mas...não como, de verdade, gostaríamos.

Já com os amigos e parentes, não temos contas a pagar...e será que damos o mesmo valor? Será que nos divertimos tanto quanto com um telefone celular? Um computador? Será que aproveitamos como uma geladeira ou chuveiro elétrico?

Em tempo: Traga pra perto os que te amam, é de graça!

domingo, 15 de agosto de 2010

A banda

A banda, da qual faço parte, é igual toda banda de garagem. Uns entendem de músicas, os outros são curiosos instrumentistas. Eu me encaixo no grupo dos curiosos, pq não tenho bom ouvido, não entendo de teoria musical e nem tenho técnicas maravilhosas e revolucionárias.
Mas fazer parte de uma banda é algo interessante e divertido.

Uma banda é um namoro...com mais de uma pessoa.
-É preciso respeito, cumplicidade e compreensão, como todo relacionamento.
-É preciso se abdicar de opiniões rígidas e de hábitos desagradáveis aos demais.
-É preciso se esforçar pra manter o bom ambiente.
-É preciso se prontificar a buscar o bem do próximo.
-É preciso todos estarem a favor de uma decisão.

Caso contrário, nada mais funcionará direito e haverá o momento de instabilidade tão grande que não sobrará mais ninguém na banda. Todos correram.......de si mesmos!

Em tempo: Corra pra lá, corra pra cá...e tudo acaba em um relacionamento.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Versus

Noite, escuro, vazio, deserto, sombrio, terror, solidão, desespero, horror, tédio, frio, vento, brisa, chuva, lua, fome, ódio, raiva...depressão.

Versus

Luz

- Quem ganha?

Em tempo: "É de batalhas que se vive a vida" [MC!]

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Da espera.

Muito já escrevi sobre a espera. Em poesias, livro e por aqui, outrora, qndo de outra cara.
Tal assunto nunca cessará, pois sempre estamos esperando algo...

Sempre esperando o telefone tocar praquela boa notícia...
Sempre esperando a comida ficar pronta...
...a água ferver...
...a piscina encher...
...o resultado daquele exame...
...o fim de semana...
...o dia do pagamento...
...o início das férias...
...uma resposta...
...uma encomenda...
...[...]...
...o Juízo Final...

Não importa o que, estaremos sempre esperando...
Mas é a paciência que vai dizer como vai ser essa espera. Agitada, frustrante, deprimente...?

Em tempo: "A calma só faz o homem crescer" [MC!]

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Do ânimo.

A vontade; a concentração interior te focando com força em prol de um objetivo; A energia positiva que te anima a realizar algum feito; A "Querência" do fundo do seu ser, quanto é que vc quer algo?

Conhecimentos sobre vida ou morte não te animam a viver mais.
Conhecimentos sobre música não te anima a tocar em qualquer lugar, de qualquer jeito, pra qualquer um.
Conhecimentos de escrita não te animam a escrever qualquer coisa, pra qualquer um, de qualquer jeito.
Conhecimentos te tiram o ânimo pra muita coisa.
Conhecimentos podem te limitar, se vc não souber usá-los.
Conhecimentos podem te afastar dos que não os têm.

Quem tem conhecimento tudo pode, mas nem tudo quer.
Quem não têm, às vezes, prefere ficar sem.

Em tempo: Ruas escuras, medos tardios, olhares estranhos, pressa no passo, curvas sinuosas, árvores mortas, longo caminho, suor escorrendo...e eu?!
Eu não vou parar!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

A hora da curva.

Mas essa é a hora!

Esse é o momento de mostrar-se, ser individual!

Porque juntos somos um só!
Somos gotas d'água numa mesma piscina. Se algo acontece de ruim com vc, logo chegará até mim.
Por isso que eu fico feliz com a sua felicidade. Procuro proporcionar amor, carinho e respeito, pq posso até não receber isso de vc, mas vc fará isso pra alguém e uma hora chegará até mim.

Clichê? Então pq vc não se lembra disso todo o tempo? É preciso q sempre alguém tenha escrito pra vc ler, ou é preciso alguém falar pra vc ouvir.
Lembra de q nada é por acaso? E vc continua tendo q ler isso aki ou ali, sendo por mim ou por outro?!

Conhece a Lei da atração? Palavra nenhuma nunca é jogada ao vento. Uma hora alguém vai ler e se dar conta de q foi pra ela q aquilo foi escrito.

Mostre-se evoluído, não se esqueça do tanto que o mundo teve q girar pra vc chegar até aqui, ou o quanto seus ancestrais trabalharam pra vc ter um mínimo de conhecimento e conforto.
Mesmo que não seja muito, busque sua história!
De que adiantaria conforto a base de chicotadas em escravos?

EU JURO que prefiro todos os perrengues de hoje do que todo o conforto em troca de uma gota de sangue tirada injustamente.

Em tempo: Os dias passam e eu me dou conta, cada vez mais, de q tudo é mto fácil. Sendo pro lado ruim ou pro bom. A falta de costume em pensar positivo é q atrapalha.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

O livro

Preciso escrever meu livro até o fim, sinto essa necessidade. Uma coisa maior que eu quer sair para o papel, para o computador, para o blog, para todos.
Meu consciente se nega a acreditar na possibilidade de uma manifestação interna.

Minha razão se nega.
Tenho vontade...Tal como tenho vontade de fumar maços e maços, como outrora fiz...hoje me superei. Tenho vontade de beber e esquecer a realidade...não o faço. Tenho vontade de me enfiar nos calmantes e sobreviver, apenas...mas sou melhor que isso.
Eu quero mais, eu quero a sabedoria...a superação.
Eu quero a auto-estima em alta. A fúria, a força do sucesso pessoal para comigo mesmo!!!

Acredito em mim e é o que importa!

Em tempo: Post diferente do normal, mas pra mim foi válido como um certo desabafo....esse foi mais pra mim do q pra vcs...rs

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Muitos

Vejo que, após todos os comentários, não há mais o que ser dito.
Por toda a luta que antecedeu este momento, por todas as horas que foram gastas.

Hoje temo pela segurança, temo pelo tempo q virá...temo tb pelo sacrifício dado como 'em vão'.

Digamos que, por hora, estou deveras assustado como as coisas virão a se dar.
Quero estar preparado e já estou me encaminhando para meus objetivos. Espero que, estes, sejam suficientes.

Quando a mente lhe prega peças e é possível que não saibamos o que fazer, acredito que seja melhor averiguar se são apenas peças ou presságios de fatos que estão por vir.
Foco no objetivo e força na tentativa.

Ouçam a voz que vem de dentro. Ignorem a voz que vem de fora.

"Ouça o que eu digo, não ouça ninguém"
[Engenheiros do Hawaii]

Em tempo: Não perca tempo, o trânsito tá foda e se fodalizando cada vez mais.

sábado, 3 de julho de 2010

No meio de tudo

Quando se faz parte de um todo? Nem sempre sabemos, mas lá estamos.
Quando é q o q vc faz/pensa...importa? Quando se está no meio de vários.
Quando que a luta do outro pode interferir na sua? Quando o outro estiver mto perto.
Quando que a Luz que vem do outro te incomoda? Quando vc anda meio apagado.
Quando que teu cansaço desanima o outro? Quando vc quiser.
Quando que a fraqueza do outro de desanima? Quando vc não sabe lidar com...
Quando que parece que a Lua parou de brilhar? Quando vc não procurou de direito.
Quando não se sabe mais o que fazer? Quando esqueceu à quem perguntar.
Quando não se tem estrutura pra aguentar a vida? Nunca.
Quando que alguém pode saber mais da sua vida que vc? Nunca.
Quando que o contexto do acaso é mais divertido? Acaso?

Guerras, catástrofes...."desencarnamento" em massa. O grande lance é se agarrar em alguma coisa não-concreta, ou seja, ter fé.
Em vc, em Deus, em Buda, num Santo qq...

Porque no meio de tudo, vc está!

Em tempo: Acho que estou precisando ser contemplado em algum sorteio...rs
Quero ficar rico e trabalho pra isso!
PS: Por isso que não apareço diariamente...=]

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Ruídos

Mesmo com o maior de todos os barulhos, ainda é possível se pensar. Decerto que não é fácil, mas possível.
Contudo, concluir um raciocínio com uma barulhada dos infernos é praticamente impossível se vc não for um iogue praticante há pelo menos 485 anos.
Sou a favor sim da festa do silêncio. ( http://www.netmarkt.com.br/noticia2004/1610.html ) Queria eu, aliás, que no futuro, todas as festas passassem a ser assim daqui pra frente.

Comunicar-se na era moderna é bastante mais fácil do que antigamente, certo?
Depende. A quantidade de informações à disposição hoje em dia pode se tornar um ruído e dos mais altos, tornando praticamente impossível de se dignosticar o que o outro está falando.
Aliás, não é de hoje que é moda antes de ir ao médico, jogar os sintomas no google e achar que tem lúpus pq anda enjoado ou achar que tem um coágulo na cabeça por causa de uma dor mto forte.
Faça isso! Pesquise seus sintomas e vá ao médico. Faça o que quiser, mas vá ao médico. Se informar não é demais, mas não pense que o pobre coitado de branco atrás de mesa estudou 12 anos pelo google.

Não deixe que o saber se torne uma ferramenta da ignorância. Esteja disposto a receber novas informações.
Todo o resto das pessoas juntas sabem bem mais do que você sozinho. Junte-se à elas e aprenda com cada um que passou por vc, mas deixe-os passar quando não tiver mais o que te acrescentar!

Em tempo: Dois ouvidos, uma boca. Ouça mais e faça menos ruído. PELO AMOR DE DEUS, fuja da ignorância, ou se afaste de mim!

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Razão

Tudo tem uma razão.
A razão de uma discussão se perde entre frases mal-ditas, mas ela está lá.
A certeza de algo é a razão de muitas derrotas e perdas.
Haja briga pra ver quem tem razão.
Importante não é mais ajudar o outro a encontrar a própria razão, mas tentar impor a sua e proliferar idéias nem tão boas assim, na maioria das vezes, pois parece que só tem razão quem tem mais seguidores.
Oras, é assim?! Então até que Lúcifer tem bastante razão em algumas cositas.
Gostaria de não ter certeza do que eu digo, mas esta é a razão de eu dizer algo, sempre....aqui ou ali.
Posso até não ter certeza da minha certeza, pois toda certeza é tão volátil quanto a razão, mas que eu levanto todos os dias por uma única razão, sim...é a verdade!
Outra coisa tão volátil quanto a razão ou a certeza, a tal verdade.
Verdade que se preze, não se esconde na boca de nós, ignorantes. A verdade é única, mas está escondida, graças a Deus.

"A verdade vos libertará"
Queremos mesmo ser libertados de nossa amada ignorância, ou somos felizes assim?!
Creio que não estamos prontos para a verdade. E se déssemos a 'sorte' de encará-la de frente, não conseguiríamos identificar. Somos demasiadamente cegos por nós mesmos.

Mas é a busca da verdade, a razão de eu levantar todo dia com a certeza de que posso evoluir.

Em tempo: Estive fora durante um longo período e agora me reconectei ao mundo virtual, mais por necessidade do que por querência, mas espero que este mundo infinitamente superior em tamanho seja útil à minha busca, e que livre de mim suas verdades mentirosas.
Estamos caminhando...novamente por aqui.
=]

PS: É denso, mas é meu! hehe

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Como qualquer outro.

Trabalho e corro, como qualquer outro.
Luto e me esforço...
Pratico e engano...
Procuro conforto, como qualquer outro...

O céu q me é azul, não brilha pra todos.
Não há Sol q faça a luz entrar na casa de um qualquer.
Não há fé q supere a má vontade.
Mas há uma saída, se quiser...

Todo o mal q há no mundo, num copo meio vazio.
Toda morte, num só propósito.
Uma Luz, uma Paz.
Uma Luz infinita.
Uma Paz Profunda.

Saudações!

Em tempo: Mto tempo sem vir, texto simples e discreto. Falta tempo, mas sobra amor. Amo vcs!