Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

"Ich kann nicht anders. Gott hilf mir. Amem"

Com esta célebre citação de Lutero que diz: "Não posso fazer diferente. Deus me ajude. Amem", inicio meu post desse bimestre.

Gostaria eu de ter onde sentar e passar uma hora do meu dia sem me preocupar com cada segundo q passa. Gostaria também de ter dezenas de pessoas pra propagar meus conceitos e racionalizações. É de minha vontade ser reconhecido como pensador. Medíocre, que seja, mas ainda há de aparecer o momento. Mesmo que este se dê após minha passagem.
Não sei de que Era sou, mas sei q sou de alguma. Há quem pense que me perdi no tempo/espaço, pois vivo como se fosse retrógrado, e não falo nada além de presente, com intuito futuro.
Tenho posições filosóficas puramente questionáveis por questões óbvias, não são fáceis e palpáveis. Pura Metafísica.
Sou visto como rígido, rigoroso ou firme demais. Quando na verdade apenas sou apegado aos meus conceitos por terem sido tão complicados de se construir.
Apesar de parecer ter este apego, renovo-os com frequência e me desfaço sem medo.

Em tempo: No embalo do tempo rigoroso, regozijo-me: a alma, o ser, o estar e o humor. Beijo-te, futuro, com ardor. Pois aqui me vou. Seja como for, com dor ou amor.

3 comentários:

§σмทiµm « disse...

"Beijo-te, futuro, com ardor. Pois aqui me vou. Seja como for, com dor ou amor."
p*rra, como vc consegue escrever as coisas que sinto sem nem ter tanto contato..?

aaaai ai Maurício!
que venham muitas coisas boas a nossa frente.

te adoro maravilhoso escritor!
beeijos =)

Gisele Boltman disse...

Oi 'ego-lírico' do amor! ")

Você defende suas teorias com unhas e dentes, ninguém pode arrancá-las ao acaso, você só as reconsidera por si próprio, quando o seu cosmo lhe diz para fazê-lo.

Você tem sua Lua, seu tempo, sua dança... E sabe disso.

Não há grandes filósofos atualmente, já nos dissemos isso.
As pessoas não tem mais tempo nem isolamento suficientes para construir suas próprias teorias sem a influência direta ou indireta de fatores externos.

A notícia chega agora, e o mundo exige sua resposta.

Nada que é dito hoje, é lembrado ou esquecido.

E o paradoxo humano persevera dentre as escolhas.



"O tempo passa, o tempo voa... e 'meu amor por você' continua numa boa" ;]

Camila A. disse...

Agora tbm tenho um blog, te sigo e virei sempre aqui!
Te Amo
Me leia..HAHAHAHAHHAA