Pesquisar este blog

domingo, 8 de fevereiro de 2009

Dependência

Ah...a dependência.
Até onde vai nossa capacidade de vivermos sozinhos?
Será q chegaríamos tão longe, caso não tivéssemos tido tanta ajuda?
Agradeço à cada ser humano, ou não, que tenha passado pela minha vida.
Agradeço à cada ensinamento que me foi passado, ensinado, revisto, exercitado, dado, vivido etc.
Não troco todo o pouco que sei por absolutamente NADA.
Tal como não trocaria NENHUMA pessoa que tenha passado pela minha vida.
Todas me ensinaram alguma coisa.
Talvez não tenham conseguido me ensinar enquanto estavam na minha presença, ou tenham tido uma resposta mais rápida mas, sem dúvidas, gravei, revi e revivi cada uma das críticas que recebi.
Ponderei o quanto aquilo poderia me ser construtivo.
Peneirei o que me interessava e achava melhor do que eu tinha em mente até então e, simplesmente, mudei os conceitos.
Sim, é possível mudar da noite para o dia.
Não dá é pra mudar TUDO!
EU POSSO mudar da noite para o dia, quando EU QUERO mudar da noite para o dia. Quando me é conveniente...

Alguns chegam a ter medo de mim, de se expôr, de me criticar, de dizer suas verdades, por causa da forma agressiva como reajo.
Mas, não tenha dúvidas, de que, apesar de comprar qualquer embate de idéias, ponderarei tudo que for dito, por mim ou por qualquer outro, desde que com certa razoabilidade. Caso não, abstrairei sem pestanejar.

Em tempo: Por falar em tempo....que tempos loucos que se passam, pessoas agindo de forma estranha e irreconhecível...Até comecei a ficar confuso, mas...vi que era apenas o momento de, MAIS UMA VEZ, rever meus conceitos e mudar os rótulos das minhas 'caixinhas de pensamento"

PS: Estou sem internet, pois houve uma repimboca entre eu e o provedor, quase que a jeripoca piou...sendo assim, volto quando der.
Forte abraço e leiam os arquivos.

7 comentários:

Daniel Braga disse...

~De nada, te ensinar algumas coisas não foi sacrifício nenhum pra mim
(Convencido eu.)

Gostei do seu ponto de vista. Bem sensato. Bem realista.
Os tempos mudam.. estão sempre mudando.

P.S: repimboca? jeripoca? Aproveita.. e reveja esses nomes também. Haha, abraço.

Filipe Marques disse...

É sempre bom, saber que ainda há pessoas que saibam apreciar o que o outro tem a oferecer mesmo que não seja nada.

Nada acotece por acaso.

Roberta disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisele Boltman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisele Boltman disse...

*Eu ri com o comentário do Dan*
(Fiquei confusa com dois posts com o mesmo título)

Ah... Sagitariano...
Essa sua ênfase em "caps lock" é seu ego berrando: "ego ego egooo" irritante!
rsrsrs...

Nem sempre é o medo que faz as pessoas não dizerem o que pensam, existem ainda sentimentos como insegurança, desinteresse, e preguiça!
Nem todos precisam dizer tudo como você.
E há aqueles poucos que falam com o silêncio, e que só podemos ouvir em silêncio também.

Nem o Mogli vivia sozinho! Fikdik

Só acreditarei que passou no teste de viver solitário aquele que descobrirem ser o único "homem" de um planeta, caso contrário, todos temos a influência diária de no mínimo centenas de pessoas (em casa, nas ruas, na tv, no trabalho, faculdade, subconsciente coletivo e etc)
Por isso, acho que não temos sequer a chance de termos abstinência de pessoas, podemos sim ter abstinência social, mas isso já não tem nada a ver com seu post.

Ninguém vive sozinho nesse planeta, nunca.

Beijos...
=*

Maria.Ines disse...

"Sim, é possível mudar da noite para o dia.
Não dá é pra mudar TUDO!"
:) o bom mesmo é acreditar que se pode mudar! Acima de tudo ter a coragem para mudar...Essa a mais-valia para o passo da mudança.

Nath "no" Alemanha disse...

Nossa, me deu preguica de mudar o q eu ia comentar...