Pesquisar este blog

sábado, 28 de fevereiro de 2009

Um post comum

Dentro do consenso do futuro contratempo,
largo o infinito em busca de novas teorias,
qndo desprezo o descaso por, todavia, descabido...
Sei que do passado não entendo os meus males,
tudo que não tenho é por mim desalmado.
Traço planos de curto prazo pra saber aonde vou,
qndo vejo adiante e descubro onde estou.
Quando tudo é mais bonito só interessa o q eu não vejo,
sei q tudo é tão estranho quando sequer pelejo.

Paredes do passado como sombra do limite,
cheio e inseguro de saber que não existe.
Compro poucas horas por tudo que é belo,
só pra entender e esquecer o que não quero.
Marco e não vou por medo do que sou,
mas busco a razão do pouco que restou.

Marcas são só marcas, na cabeça, minha pele, ou contra-mão,
quando tudo mais distante sei que não foi em vão.
Escuto o que não quero, por falta de opção,
mas me lembro do arbítrio que me dão.
Tudo que não quero, lá no fundo quero sim,
esqueço, um segundo, que nem tudo é por mim.

Busco, tão distante, o futuro que restou,
me lembro que escolho tudo aquilo q eu sou.

Em tempo: Fora de época, porque deu tempo...Até mais ver, povo querido...=]

4 comentários:

Ademerson Novais disse...

Mais que escrever palavras e enxurra-las nas nossas mentes, vc brinca, faz delas crias, fontes interminadas de assuntos, gostei do seu jeito livre, cheio de liberdade, de abraçar letra por letra e deixa-las cair dos seus dedos para o papel(no nosso caso no teclado.
Hum!! fico feliz por mais uma vez cruzar com alguem que sabe o poder das palavras, sabe como eu os dias que queremos não as vê, e no mesmopinstante desejamos loucamente po-las no papel, desagua-las de nossas entranhas.
"Tudo passa, a vida passa, mais as palavras ficam"

Ademerson NOvais de Andrade

Daniel Braga disse...

Nossa... simplesmente adorei. De muito bom gosto, mocinho. Parabéns.

Filipe Marques disse...

Realinhando daria um soneto!

Gisele Boltman disse...

Adorei...

"Quando tudo é mais bonito só interessa o que eu não vejo"

Síndrome da alma mal encarnada? (risos)

Se for, sei como é isso. =p

Querer é poder,
Mas o desejo é impotente.

Amo-te
(L)