Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de março de 2009

Para o tempo que ficarei longe...

Sei que quando falta o bom senso, só me sobram contratempos. Não sei se é bom ou ruim, quando nem tudo que entendo faz jus ao que se vive.
Se o rumo das diversas diversidades for o que eu estou a imaginar, terei muito mais ao que trabalhar e buscar, pois de mim não dependerei só eu.

Sobre o tempo que se foi: "Sentados na mesa de um bar, entre garrafas vazias, cada tampinha no chão é verso de uma canção que fala de nostalgia" [By meu pai]

Sobre o tempo que está: "Se é o medo que te move, !não se mexa : fique onde está! se é o ódio que te inspira !não respire o ar viciado deste lugar!
eu tenho medo do medo que as pessoas têm
o sol nasce pra todos todo dia de manhã
o mal nasce do medo da escuridão" [By Humberto Gessinger]

Sobre o tempo que virá: "Quando vier, veremos o que será...Se vire para o muro, depois se vire para ver o que virá!" [By eu mesmo]

A vitória virá, paralela à derrota...o que fazemos hoje é o que definirá o resultado final das contagens de votos. Cada ação é um voto, cada voto uma ação...
Na eleição da sua vida, vc decide o final...

Não, eu não vou cansar de dizer isso...direi de 10.001 maneiras diferentes, até que todos entendam.
Faço isso aqui por ser dinâmico, e saber que a leitura, tal como a resposta é imediata. No meu livro as coisas se tornam mais densas e caprichosas, pensadas e repensadas. Ora com carinho, ora com a raiva de um pai que aplica um castigo, uma lição.

Aos que se interessam: Meu livro está mto bem, obrigado. Parei por uma semana e meia para repensar alguns tópicos, mas continuo sentindo que termino de escrevê-lo este ano. A edição demora um tanto mais. Mas faremos uma coisa de cada vez.
Estou retornando às atividades de escritor: Leituras, cafés, chás, diálogos e mais diálogos...

Sinto saudade de um tempo que não virá, mas não me arrependo das escolhas do futuro que fiz pra mim.

Existe alguém que está me ajudando a melhorar como pessoa, como escritor, como amigo, como homem.
À ela, meu agradecimento sincero.

Faço o que outrora jamais faria, mas sempre tive intenção de fazê-lo, agradeço aos sentidos que me proporcionam a sensação da espera deste futuro que eu escrevi.
Ao contrário do que parece, não estou ansioso por nada, mas contente por acreditar estar encerrando mais uma fase desta missão longa, dolorida, mas bastante satisfatória.
Para se ter idéia da mudança, mudei até a foto do meu avatar no orkut, que eu nunca tinha mudado antes! =O~~
hauahuahauahuahauahuahauahuahau
[tá, é lógico que é piadinha...uma coisa não tem a ver com a outra...=P]

Ah como eu queria que aquele cabeludo de outrora voltasse logo, mas...não posso ter pressa..."tudo ao seu tempo" [By Gustavo Almeida]. Mas que ele ia causar uma grande mudança pra melhor...ah, oxi...e como seria...ai ai...*.*

Não tenho mto mais a dizer para o tempo que ficarei sem acesso à internet, até a segunda ordem...
Espero que não demore...>.<

Em tempo: "Quando tudo contra o tempo, encontra o cata-vento, girando até o retorno do ar que já se foi pelo campo descoberto. Faz-se chuva de espanto n'aventura do que é certo. Sei que não se espera a vitória do deserto, mas esse muro, inseguro e incorreto, faz valer e ser esperto. A beleza da vitória faz sentir você por perto. Não temeis, jamais, ninguém, tu, então, decerto."

Em tempo 2: Desculpas pelo post enorme, mas a idéia de que não voltarei tão cedo me incomoda.
Bjus e até mais ver, povo querido.

6 comentários:

Gisele Boltman disse...

Tempo... Eita coisa pra me dar problema!

Tenho dificuldade em esperar, em me apressar, em esquecer, e em estar num tempo diferente, desse tempo diferente que é meu.

Essa outra coisa de não se saber quando volta é bem ruim, eu sei, estou sentindo, você vê?

Eu queria o distúrbio da ignorância, para não nos fazer ver, o próximo passo.

Obrigada por ser o ponteiro entre mim e o relógio, e desculpe-me pelo desajuste dos meus.

Beijos

Daniel Braga disse...

Haha.. que legal.. gostei.. vou decidir o meu final como um autor de novela ;)

~O post ficou enorme msm.. dei até uma cochilada no meio. Haha, zoa.

Abraço.

Nath "no" Alemanha disse...

Queria esse post enorme perto de mim...

Saudaaaades de vc! Pq a última vez que nos vimos foi dia 06/08/07 :o

AInda bem que vc nao precisou se preocupar com mais dias daqueles, né... Nao gosto de incomodar alguém.

Ruivah disse...

Sentindo intensamente sua falta, intensamente pq foi o que vc mais insistiu pra que eu entendesse e a SUA falta pq pra mim vc eh unico! Beijos

Grazi disse...

Então meu querido amigo, não desisti de acompanhar seu blog não. Acontece que fiquei uns dias sem net (aff! sobrevivi sem ela rs) e depois fiquei sem saco mesmo para ficar navegando. Ando sem paciência com a minha net rs.
Mas sempre estou aqui.
Ah não fique longe daqui muito tempo, gosto de suas palavras.
bjus

Gisele Boltman disse...

Já tinha comentado, ai que chato! Vou comentar de novo, alguns dias depois.

"Quando vier, veremos o que será...Se vire para o muro, depois se vire para ver o que virá!"
- Fechar os olhos pro presente e abrí-los no futuro? o.O

Adorei o último verso, não sei por quê não o disse antes.