Pesquisar este blog

domingo, 30 de novembro de 2008

Como seria...?

As situações sempre são difíceis. As simples pra mim, difíceis pra vc e o inverso do avesso ao cubo.
Pq sempre achamos algo acima das nossas capacidades?
Pq temos sempre q duvidar de nos mesmos?
Em q q um é melhor q o outro, dentre nós?
Oras, o mesmo q eu tenho, vc tb pode ter...e não me venha reclamar de sorte, pq, honestamente, eu é q faço a minha...e por mais q eu reclame igual a qualquer outro...ainda penso q nada é injusto. E acredito q há uma razão pra cada pedra q tem no meu caminho. Seja ela grande ou pequena, seja ela repetida ou incômoda. Pedra é pedra.

Oras, por favor, não venha me dizer q o q eu consigo vc não consegue também.
Esta coisa de perdoar à todos, amar incondicionalmente qualquer q seja...esta história q vcs cansaram de ouvir, mas q declararam ser utópica e devem me achar um louco hipócrita por repetir e pregar isto por aí.

If Everyone cared - Nickelback
[...]

"If everyone cared and nobody cried [Se todos se importassem e ninguém chorasse]
If everyone loved and nobody lied [Se todos amassem, e ninguém mentisse]
If everyone shared and swallowed their pride [Se todos compartilhassem e engolissem seu orgulho]
We'd see the day when nobody died [Nós veríamos o dia que ninguém morreria]

Im singin'amen [E eu estou cantando]

Amen, I ... Amen, I ... I'm alive [Eu digo amém, eu...estou vivo]
[...]

And as we lie beneath the stars [E como nós nos encontramos abaixo das estrelas]
We realize how small we are [Nós percebemos o quão pequeno nós somos]
If they could love like you and me [E se eles pudessem amar como eu e você]
Imagine what the world could be [Imagine como o mundo poderia ser]

Pois é, também existe rock consciente...e eu, q escuto nickelback há tantas eras, nunca tinha me dado conta desta letra...esta semana q eu parei pra pensar na profundidade...
Sim, é pelo q está nesta letra q eu trabalho todos os dias...nos momentos de interação social com parentes e amigos e até nem tão parentes e nem tão amigos...e também nos momentos q estou em minha clausura me sintonizando com o cósmico.

Quanto mais mesquinho vc for, maior será sua dor.
Não se apegue, pq qndo perder, vai doer mais...
Doe e não irá nunca 'perder'...
Divida e terá sempre um pouco...

Vc consegue se livrar de qualquer dor, mas tem q querer...
Vc consegue se livrar de qualquer sentimento ruim, mas tem q querer...

Já q tem q se apegar, pq não se apega ao q te faz bem?

Em tempo: Não sei o q dizer aqui...ainda estou pensando 'como o mundo seria, se todos amassem como eu amo...'

2 comentários:

Luna disse...

Acho que meu maior problema não está nem em amar, pois eu amo...meu maior problema está em descobrir como demonstrar isso.

s2 ;*

Mãe Loira disse...

e desde quando nos apegamos a algo q não queremos bem? ou q não nos faz bem?
não entendi a razão q te levou a essa pergunta...